Ensino superior

Ministro da Educação diz que universidade deveria ser para poucos

Atualizada em 10/08/2021 17:51

Parece reprise de filme ruim, mas infelizmente é verdade. Em entrevista ao programa 'Sem Censura' da TV Brasil, em 9 de agosto, o Ministro da Educação, Milton Ribeiro, disse que os cursos de nível superior deveriam ser para poucos. A declaração é bastante parecida com a protagonizada por seu antecessor, Ricardo Vélez, que em 2019 afirmou que as universidades deveriam ficar restritas a uma “elite intelectual”. 

E como não bastasse, Ribeiro continuou a disparar com a sua metralhadora de absurdos. As falas foram destaques no Jornal Folha de S.Paulo. “Com todo o respeito que tenho aos motoristas, é uma profissão muito digna, mas tem muito engenheiro, muito advogado dirigindo Uber porque não consegue colocação devida. Mas se ele fosse um técnico em informática estaria empregado, porque há uma demanda muito grande”, proferiu Ribeiro. 

Ainda se discutindo sobre as universidades, mais precisamente sobre as federais, o Ministro disse não ver problema de as vagas desses institutos serem ocupadas por pessoas de grande poder aquisitivo. “O que também eu acho justo, considerando que os pais desses meninos tidos como filhinhos de papai são aqueles que pagam os impostos no Brasil que sustentam bem ou mal a universidade pública”, disse. 

Ribeiro também afirmou ter tomado um susto ao assumir o cargo e se dar conta de algumas atribuições do MEC. Confira a matéria completa aqui “Universidade deveria ser para poucos, diz ministro da Educação de Bolsonaro”