Ensino superior

Leciona no ensino superior? Avise o SinproSP se o abono salarial não foi pago

Atualizada em 08/07/2021 00:13

Terça-feira, dia 06 de julho, foi o prazo final para pagamento da primeira parcela do abono salarial ou participação nos lucros ou resultados (PLR) a professores e tabalhadores não docentes do ensino superior. Caso o valor não tenha sido creditado, avise o SinproSP imediatamente. Basta enviar um email para superior@sinprosp.org.br. O SinproSP garante sigilo absoluto e vai cobrar a mantenedora de forma difusa, para todos os professores.

O abono salarial está previsto na Convenção Coletiva e é de 50% da remuneração integral, pago em duas parcelas de 25% cada: a primeira em 06 de julho e a segunda, até 15 de outubro. Professores desligados da Instituição no meio do ano, por demissão sem justa causa ou pedido de demissão, receberão os 50% nas verbas rescisórias. 

O benefício está garantido a quem estiver em exercício no ano dxe 2021. Quem foi admitido neste ano, recebe pelo salário do mês anteior ao pagamento. Quem já lecionava na empresa em 2020, o abono deve ser calculado pela média dos salários, excluidos os meses em que houve suspensão  do contrato de trabalho ou redução temporária da carga horária em decorrência da Medida Provisória 936. O abono não é devido a quem lecionou em 2020 e já saiu da Instituição.