Geral

Reforma da previdência vai para o 2º semestre?

Atualizada em 06/06/2017 18:00

Deputados da base governista acreditam que a PEC 287 só será votada no plenário da Câmara no segundo semestre, informa reportagem publicado no jornal O Estado de S. Paulo. Em maio, o presidente da Câmara, deputado Rodrigo Maia (DEM/RJ), tinha afirmado que colocaria a proposta em votação, entre os dias 5 e 12 de junho.

Para que a proposta de emenda constitucional seja aprovada no plenário da Câmara, são exigidos 308 votos e votação em dois turnos.

O governo sabe que ainda não tem o número de votos suficiente e tem negociado para atingir o número necessários de deputados. As denúncias contra Temer e, mais recentemente, a prisão de pessoas da confiança de Temer, como o ex-ministro Henrique Alves e o suplente de deputado, Rodrigo Rocha Loures podem contribuir para o adiamento da tramitação.

Nada disso, contudo, afasta o perigo que os trabalhadores estão correndo. Por este motivo, é preciso insistir na pressão aos deputados para a rejeição da PEC 287.