Campanha salarial

Dieese aponta deflação em fevereiro

Atualizada em 09/03/2017 12:04

O custo de vida na cidade de São Paulo registrou queda de -0,14%, segundo o Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos). A inflação acumulada nos últimos doze meses ficou em 4,48%.

O Índice de Preços ao Consumidor (IPC) da Fipe também acusou deflação em fevereiro, de -0,08%. Em geral, a inflação é menor em fevereiro porque o mês é mais curto. Entretanto, a queda este ano foi bem mais acentuada, em parte como reflexo da recessão econômica e do alto nível de desemprego, que pressionam os preços para baixo.

Num círculo vicioso, o desemprego diminui o poder de compra, afeta o comércio e reduz a produção, gerando mais desemprego. Um bom retrato do que está acontecendo no país foi a queda do Produto Interno Bruto (PIB) de 2016 em 3,6%.!

ICV-Dieese é usado na composição do reajuste salarial

O Índice do Custo de Vida (ICV) do Dieese é um dos três indicadores usados para repor a perda inflacionária nos salários dos professores. Os outros dois são o IPC-Fipe, que também acusou deflação (-0,08%) em fevereiro, e o INPC-Ibge, que será divulgado dia 10.

Na educação básica, o reajuste salarial já está definido: reposição integral da inflação e aumento real de 1%. O percentual definitivo aguarda a divulgação do INPC-Ibge. A deflação em fevereiro apontada pelo IPC e pelo ICV reduziam a projeção da inflação acumulada nos últimos doze meses.