Campanha salarial

Reajuste dos professores de educação básica será conhecido dia 10/03

Atualizada em 01/03/2017 13:15

Os salários de março na educação básica - que devem ser pagos até o dia 06 de abril – virão reajustados. A Convenção Coletiva de Trabalho assinada em 2016 e válida por dois anos assegura a reposição integral da inflação nos últimos doze meses e mais 1% de aumento real.

Nas Convenções Coletivas, o critério adotado para medir e repor a elevação do custo de vida é a média de três indicadores - ICV-Dieese, INPC-Ibge e IPC-Fipe – acumulados de março/2016 a fevereiro/2017.

Até o momento, apenas a Fipe divulgou a inflação para fevereiro e o resultado foi de deflação: -0,08%. O resultado negativo tem a ver com o fato de fevereiro ter menos dias úteis, mas se deve também à recessão da economia e isso não é um bom sinal.

O valor definitivo do reajuste deve ser conhecido no dia 10/03, quando o Ibge divulgar o INPC (o ICV-Dieese será divulgado dia 08).

Confirmadas as projeções, o reajuste dos salários deve ficar próximo a 6% (5% de para repor a inflação e 1% de aumento real).

Base de cálculo

O reajuste deve ser calculado sobre o salário de fevereiro/2017. Isso porque o reajuste do ano passado - 11,5% - foi pago em duas parcelas, em março e em setembro. Como de setembro em diante não houve mais nenhum reajuste, fica mais fácil usar a remuneração de fevereiro para calcular os novos salários.

Acerto estratégico

A campanha salarial 2016 foi um enorme desafio. As negociações se prolongaram por mais de cinco meses e ao final, a assembleia dos professores aceitou ter o reajuste de 2016 parcelado em duas vezes. Em contrapartida, foram assegurados reposição integral da inflação, aumento real e manutenção dos direitos coletivos por dois anos, até fevereiro/2018.

De lá pra cá, o agravamento da situação no país acabou por provar o acerto estratégico da Campanha Salarial. Com o aumento da recessão e a reforma trabalhista batendo à porta de todos nós, a assinatura da Convenção por dois anos representa uma importante garantia para todos os professores e demais trabalhadores da educação básica.