Geral

Sociedade Brasileira de Infectologia descarta fechamento de escolas

Atualizada em 13/03/2020 13:39

Em comunicado divulgado na última quinta-feira, 12 de março, a Sociedade Brasileira de infectologia fez uma série de recomendações, dentre elas para as escolas:

“Neste momento da epidemia no Brasil não está recomendado fechar escolas ou faculdades ou escritórios. O fechamento de escolas pode levar a várias famílias a terem que deixar seus filhos com seus avós, pois seus pais trabalham. Nas crianças, a COVID-19 tem se apresentado de forma leve e a letalidade é próximo a zero; já no idoso, a letalidade aumenta muito. No idoso com mais de 80 anos e comorbidades, a letalidade é em torno de 15%. Portanto o fechamento de escolas em cidades em que os casos são importados ou a transmissão é local (ver definições no fim deste informe) pode ser prejudicial para sociedade ! Esta orientação é dinâmica, podendo ser modificada, conforme a evolução da epidemia, particularmente nas cidades e estados em que a epidemia evoluir para transmissão comunitária.”

No documento a SBI reitera que as medidas são baseadas no momento vigente, e prevê que se a 3ª fase epidemiológica ou de transmissão comunitária (quando o número de casos aumenta exponencialmente e perdemos a capacidade de identificar a fonte ou pessoa transmissora for confirmada) as orientações mudarão, pois devem se adaptar a conjuntura atual.

Quer conferir o comunicado na íntegra? Clique aqui