Sesi/Senai

Professores do Sesi/Senai aprovam proposta de acordo coletivo

Atualizada em 28/02/2020 12:08

Reunidos em assembleia no SinproSP na manhã de 28 de fevereiro, os professores e técnicos de ensino do Sesi e Senai aprovaram a proposta patronal de acordo coletivo para 2020.

A proposta prevê manutenção integral das cláusulas atuais e reajuste nos salários e vales alimentação e refeição, pelo INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor) acumulado de março do ano passado até fevereiro deste ano. O percentual definitivo será conhecido após 11/03, mas deve ficar um pouco abaixo dos 4%.

O diretor do SinproSP e presidente da Fepesp, Celso Napolitano, conduziu a assembleia e contou como foram as rodadas de negociação. "Ao todo tivemos quatro encontros e os patrões já sentaram à mesa querendo discutir outras formas de contratação de professores, como a pejotização e o contrato intermitente. Os sindicatos trabalharam para conseguir uma proposta de acordo que garantisse os direitos da categoria", disse. 

Agora o acordo aprovado segue para redação final e deve ser assinado em breve. Em seguida, o documento será disponibilizado no site do SinproSP.

Canal de denúncias

Durante a assembleia, diversos participantes denunciaram o aumento de trabalho que os professores estão sendo submetidos. Diante disso, o SinproSP criou os e-mails integralsesi@sinprosp.org.br e sesisenai@sinprosp.org.br para os professores denunciarem as irregularidades cometidas pelo Sesi e Senai. O sigilo é absoluto.