Ensino superior

Após denúncia do SinproSP, Anhembi Morumbi volta atrás

Atualizada em 30/10/2019 16:18

Ao tomar conhecimento de que a Anhembi Morumbi passou a exigir dos professores a impressão das provas, o SinproSP denunciou o fato em seu boletim e entrou em contato com a mantenedora, exigindo a revogação da medida.

Depois da reclamação, a Anhembi Morumbi informou ao diretor do SinproSP, prof. Celso Napolitano, mudanças na orientação intitulada "Procedimento para impressão e cópia de materiais para atividades acadêmicas e provas". As provas voltarão a ser impressas pelos funcionários, desde que encaminhadas ao CAD com cinco dias úteis de antecedência, pelo menos. Fora deste prazo, aí sim, as cópias poderão ser feitas pelo professor, em impressora disponibilizada na Central de Atendimento ao Docente (CAD).

Quer entender o que aconteceu? Leia em:

Não basta fazer e corrigir: Anhembi-Morumbi quer professores imprimindo prova