Campanha salarial

Negociações na educação básica continuam com impasse

Atualizada em 23/04/2019 19:47

Não foi desta vez que uma solução negociada deu por encerrada a Campanha Salarial de 2019. Na tarde desta terça-feira (23), uma nova rodada de negociação colocou em evidência as diferenças entre duas propostas: a do SinproSP, aprovada em assembleia dos professores, e a do Sieeesp, o sindicato patronal.

O SinproSP voltou a defender a assinatura de Convenção Coletiva por dois anos, com cláusula de barreira contra a terceirização de professores, aumento da hora-atividade para 15% e a chamada ‘ultratividade’, que é a manutenção de todos os direitos até a assinatura de nova Convenção. Esta proposta foi aprovada na assembleia do dia 28/02 e reafirmada nas assembleias de 23/03 e 13/04 .

O Sieeesp, por sua vez, quer a extensão da Convenção Coletiva assinada por outras duas entidades – Fepae e Fetee – e válida para uma pequena parcela dos professores no Estado de São Paulo: acordo por dois anos com mudanças nas cláusulas de recesso, garantia semestral de salários (estas, a partir de 2020) e estabilidade às vésperas da aposentadoria. Esta foi uma das duas contrapropostas apresentadas pelo Sieeesp em março e que foi rejeitada pelos professores, na assembleia no SinproSP, dia 23/03.

Próxima negociação

Uma nova rodada está marcada para terça-feira, dia 30. Como foi decidido por ampla maioria de votos na última assembleia (13), o dissídio na Justiça do Trabalho só será empregado depois de esgotadas todas as possibilidades de acordo e por isso, o SinproSP continuará insistindo nas negociações.

Antecipação salarial

Apesar do impasse, as escolas foram orientadas a antecipar 3,9% nos salários dos professores, mesmo índice já acordado com o sindicato dos trabalhadores não docentes das escolas particulares.

O percentual de 3,9%, com participação nos lucros de 15%, consta das contrapropostas que o Sieeesp fez aos professores.

Contato permanente

As negociações continuam e podem resultar em nova proposta, que deverá ser avaliada pelos professores. Por isso, a categoria pode ser chamada a qualquer momento para tomada de decisão em assembleia.

Vamos manter contato em todos os canais de comunicação do SinproSP: pelo whatsapp (95278-1230), no facebook, twitter, instagram e no site. E se quiser chamar o Sindicato na escola ou outro local, é só escrever para campanha2019@sinprosp.org.br. O SinproSP vai aonde os professores quiserem.



Tudo o que o SinproSP publicou sobre a Campanha Salarial