Geral

Centrais convocam ato contra o fim das aposentadorias

Atualizada em 15/02/2019 03:40

A Praça da Sé será palco de uma grande manifestação contra a reforma da Previdência no dia 20 de fevereiro, quarta-feira, a partir das 10 horas. O Dia Nacional em Defesa da Previdência Pública e Contra o Fim da Aposentadoria está sendo convocado por oito centrais sindicais - CUT, CTB, Força Sindical, Nova Central, CGTB, CSB, Intersindical e CSP-Conlutas.

O SinproSP estará presente e convoca todos os professores a participarem da manifestação, que estará ocorrendo numa data simbólica: no mesmo dia 20 de fevereiro, o governo deve apresentar sua proposta de reforma ao Congresso Nacional, como informou Rogério Marinho, secretário especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia.

Campanha Permanente em Defesa da Previdência e da Seguridade Social

O Dia Nacional em Defesa da Previdência Pública e Contra o Fim da Aposentadoria é uma das ações que estão sendo organizadas pelas centrais sindicais. Desde 2017, essas entidades têm atuado de forma unitária, no âmbito do Fórum das Centrais, contra as tentativas de desmonte de toda a Seguridade Social.

As ações unificadas fizeram do movimento sindical o grande protagonista da luta que barrou a reforma previdenciária apresentada por Temer, entre 2017 e 2018.

Preparando-se para o enfrentamento no novo governo, as centrais sindicais lançaram, em novembro de 2018, a Campanha Permanente em Defesa da Previdência Social, quando divulgaram um documento com os eixos que deveriam nortear qualquer discussão sobre mudanças na Seguridade Social. O SinproSP estava presente ao ato, realizado no Dieese.

Leia também:
Boletim Em Defesa da Previdência Pública e Contra o Fim das Aposentadorias