02/07/2018 17h14

César Callegari deixa cargo no CNE e defende fim da reforma do ensino médio


A lei do ensino médio (Lei 13.415, de fev/2017) tem que ser revogada e a proposta de base nacional curricular, em análise no Conselho Nacional de Educação (CNE), rejeitada. Foi com essas palavras que o sociólogo César Callegari deixou a presidência da Comissão bicameral do CNE, encarregada de dar parecer sobre a Base Nacional Comum Curricular.

No dia 29/06, Callegari enviou uma longa carta carta aos demais conselheiros justificando sua decisão. Para ele, a proposta de base nacional comum curricular (BNCC) para o ensino médio não tem como ser salva, pois ela aprofunda a reforma do ensino médio no que a legislação tem de pior.

Ele referia-se ao fato de a proposta de BCNN reafirmar o esvaziamento curricular determinado pela Lei 13.415, que prevê apenas a obrigatoriedade de Português, Matemática e Língua Inglesa. Em determinado trecho, Callegari explica: “No documento preparado pelo MEC, com exceção de língua portuguesa e matemática, desaparece a menção às demais disciplinas cujos conteúdos passam a ficar diluídos no que se chama áreas de conhecimento, sem que fique minimamente claro o que deve ser garantido nessas áreas”.

Esse vazio de conteúdo inviabiliza o trabalho interdisciplinar e contextualizado, ao invés de estimulá-lo. Mas grave ainda: condena os estudantes a uma formação precária. Para o sociólogo, “a proposta do MEC (...) pode levar à formação de uma geração de jovens pouco qualificados, acríticos, manipuláveis, incapazes de criar e condenados aos trabalhos mais simples e entediantes”.

Callegari lembra ainda que a nova legislação autoriza o ensino a distância e a regência de aulas por profissionais não licenciados. “Nesse simulacro de educação, pacotes de EaD poderão substituir professores e dispensar laboratórios e bibliotecas [e] desintegrar o território de encontros, afetos e descobertas coletivas constituído pela escola, seus estudante e profissionais”, ele conclui e acrescenta: “A escola precisa ser protegida e valorizada, e não ameaçada.”

No dia 24 de maio, Callegari foi um dos convidados a falar no debate promovido pelo SinproSP sobre a reforma do ensino médio e a proposta de base curricular. O evento foi realizado na Assembleia Legislativo e, na ocasião, ele fez duras críticas à proposta do MEC.


O que o SinproSP publicou sobre a reforma do ensino médio

► Debate sobre a BNCC do ensino médio em 24/05/2018 – assista aqui (25/05/2018)

► Debate sobre base curricular será na Assembleia Legislativa (21/05/2018)

► SinproSP promove debate sobre a Base Nacional Curricular do Ensino Médio (04/05/2018)

► Reforma do ensino médio deve ser anulada, defende César Callegari (03/05/2018)

► CNE fará audiências públicas sobre proposta de base curricular no ensino médio (13/04/2018)

► 40% de EaD no ensino médio é picaretagem pedagógica (26/03/2018)

► Por que ensinar Geografia no ensino médio – carta aberta aos parlamentares (06/11/2017)

► Audiência pública debate base comum curricular na educação básica (18/09/2017)

► CNE realiza audiência pública em SP sobre as Bases Curriculares (10/08/2017)

► Base Nacional Comum Curricular está no ‘Sala dos Professores’ (02/08/2017)

► Senado aprova reforma do ensino médio (09/02/2017)

► Reforma do ensino médio será votada no começo de fevereiro (02/02/2017)

► MP do ensino médio é inconstitucional, diz parecer da Procuradoria Geral da República (21/12/2016)

► MP do ensino médio na Câmara e vai para o Senado (15/12/2016)

► Câmara aprova texto base da MP do ensino médio (08/12/2016)

► Mudanças no ensino médio permite EaD e terceirização de parte do currículo (02/12/2016)

► Obrigatoriedade de educação física e artes pode voltar (17/11/2016)

► MP do ensino médio terá audiências públicas semanais (27/10/2016)

► As várias frentes contra a medida provisória do ensino médio (29/09/2016)

► Entidades querem retirada da Medida Provisória do Ensino Médio (28/09/2016)

► MP do ensino médio: entidades de professores e DIAP apresentarão emendas (26/09/2016)

► Reforma no ensino médio é autoritária (22/09/2016)

► Reforma no ensino médio por medida provisória? (15/09/2016)

todas as notícias
|11.12.18 - SinproSP convoca professores da Campos Sales para assembleia
|11.12.18 - Mudança de carga horária, disciplina ou turno para 2019? Atenção!
|11.12.18 - Quatro anos de luta e Escola Sem Partido é arquivada na Câmara dos Deputados
|07.12.18 - CNE desmonta disciplinas e aprova base curricular do ensino médio
|05.12.18 - Recesso é um direito conquistado na Convenção Coletiva

Ranking de salários
Logo Twitter Logo SoundCloud Logo YouTube Logo Facebook
Plano de saúde para professores
Cadastre-se e fique por dentro de tudo o que acontece no SINPRO-SP.
 
Sindicato dos Professores de São Paulo
Rua Borges Lagoa, 208, Vila Clementino, São Paulo, SP – CEP 04038-000
Tel.: (11) 5080-5988 - Fax: (11) 5080-5985
Websindical - Sistema de recolhimentos
Baixe o APP na Google Play Baixe o APP na Apple Store