25/05/2018 16h17

O ABC DA PARALISAÇÃO NO DIA 29


A assembleia decidiu: terça-feira, 29, tem nova paralisação em defesa da Convenção Coletiva. É uma luta de categoria e não de uma ou outra escola. Ainda assim, parar não é fácil. Por isso, o SinproSP reuniu algumas informações que podem ajudar. Veja as principais orientações:


Discuta a paralisação na sala dos professores

Nem sempre é fácil discutir alguns assuntos, especialmente quando coordenadores ou diretores permanecem na sala dos professores durante o intervalo de aulas. Mas não existe muita alternativa a não ser conversar sobre a paralisação do dia 29. Afinal, estamos lutando pela Convenção Coletiva que é o nosso maior patrimônio.


A escola vai parar? Avise o SinproSP

O Sinpro precisa fazer o levantamento das escolas que decidiram parar. Não é hábito divulgar a lista com antecedência para evitar pressão sobre o corpo docente. O importante é avisar e solicitar o que for necessário.


Quem avisa os pais da paralisação?

É responsabilidade da escola avisar os pais de que não haverá aula. Em algumas escolas, os professores optam optar por enviar uma carta explicando os motivos da paralisação. Uma dica é divulgar a carta aberta do SinproSP. Há uma versão digital no site e uma versão impressa. Basta chamar in box no FB ou escrever para campanhasalarial@sinprosp.org.br que o SinproSP envia o folheto. Também pode ligar para 5080.5988.


Denuncie se sofrer assédio na escola

A livre manifestação é um direito previsto na Constituição. Impedir ou constranger trabalhadores é crime contra a organização do trabalho. Se isso acontecer, denuncia ao SinproSP, que tomará medidas contra quem tentar cercear os professores em seu livre exercício de organização.


Informações no SinproSP

Cuidado com a boataria! Ela serve apenas para pressionar os professores e desestimulá-los a parar. Qualquer dúvida ou informação sobre a paralisação deve ser concentrada no SinproSP. O sindicato está organizado para orientar a categoria com segurança, inclusive em questões legais. Por exemplo, sobre o desconto de faltas, cuja informação você pode ler um pouco mais adiante.


Notícias e rede de informações

O SinproSP publica notícias diárias no site e redes sociais. A informação precisa e atualizada é uma ferramenta importante de mobilização e uma arma contra a boataria. O compartilhamento entre grupos de professores é importante porque favorece a disseminação rápida de informações importantes.


Chame o SinproSP

Escreva, ligue, comunique-se pelas redes sociais e informe o que está acontecendo na sua escola. Avalie com os seus colegas sobre a necessidade ou não de deslocar um diretor do SinproSP para conversar com o corpo docente. É só chamar in box no FB ou escrever para campanhasalarial@sinprosp.org.br. Também pode ligar para 5080.5988.


Divulgação e material sobre a paralisação

Panfletos, adesivos e camiseta do “Nenhum Direito a Menos” estão disponíveis para todos os professores. É só aparecer no SinproSP ou pedir pelo email campanhasalarial@sinprosp.org.br . Você também pode chamar in box no FB ou ligar para 5080.5988 . Indique a quantidade aproximada.


todas as notícias
|17.08.18 - Vamos começar a discutir a Campanha Salarial?
|16.08.18 - Terceirização no Supremo
|16.08.18 - SinproSP recebe ação de difusão da 33ª Bienal de São Paulo
|15.08.18 - Adaptação de Hans Christian Andersen no Teatro João Caetano, entrada gratuita
|13.08.18 - Professores do Sesi/Senai têm reajuste complementar em agosto

Ranking de salários
Logo Twitter Logo SoundCloud Logo YouTube Logo Facebook
Plano de saúde para professores
Cadastre-se e fique por dentro de tudo o que acontece no SINPRO-SP.
 
Sindicato dos Professores de São Paulo
Rua Borges Lagoa, 208, Vila Clementino, São Paulo, SP – CEP 04038-000
Tel.: (11) 5080-5988 - Fax: (11) 5080-5985
Websindical - Sistema de recolhimentos
Baixe o APP na Google Play Baixe o APP na Apple Store